sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Poema Culinário - Carlos Drummond de Andrade


No croquete de galinha,

... A cebola batidinha

Com duas folhas de louro

Vale mais do que um tesouro
Também dois dentes de alho
Nunca serão espantalho.
(Ao contrário) E três tomates,
Em vez de causar dislates,
Sem peles e sem sementes,
São ajudas pertinentes
Ao lado do sal, da salsa,
(A receita nunca é falsa)
Todos bóiam na manteiga
De natural doce e meiga.
E para maior deleite,
Um copo e meio de leite.
Ah, me esqueci: três ovos
Bem graúdos e bem novos
Junto à farinha de rosca
(Espante-se logo a mosca)
Mais a pitada de óleo,
Sem se manchar o linóleo,
E mais farinha de trigo...Ai, meu Deus, deixa comigo!

Um comentário:

Simples Assim disse...

Drummond é Drummond, sempre.
VOcê viu minha homenagem a ele?
Nosso poeta maior merece todo o nosso carinho.
BJ,
Lylia

Blog Widget by LinkWithin

Molly - Colecionadora de Receitas Copyright © 2009 Designed by Ipietoon Blogger Template for Bie Blogger Template Vector by DaPino