domingo, 14 de junho de 2009

Aproveite o tempo frio para fazer um chá da tarde caprichado - CHRIS CAMPOS

MOLLY
Num passado distante as pessoas tinham tempo para, às cinco da tarde, parar tudo o que estivessem fazendo para degustar um chá com bolinhos. Em alguns pontos do planeta isso ainda é possível. Em cidades como São Paulo, quase impossível. Toma-se café com pão de queijo apressadamente na esquina. Ou apela-se para a máquina de expresso da firma e olhe lá! Mas num sábado ou domingo de temperaturas congelantes o programa é possível - e mais do que bem-vindo.

Fazer um bom chá requer certa preparação. É preciso confeitar bolos com as próprias mãos, arrumar a mesa com capricho, investir em mimos gastronômicos reconfortantes para que o ritual faça sentido e provoque o efeito desejado: momentos de descompromisso em volta de delícias e com direito a horas de conversa. Se preferir, você pode simplificar o processo e se ater à arrumação da mesa e ao preparo do chá. O restante pode ser encomendado numa boa padaria.



Detalhes importantes são os ingredientes dessa farra gastronômica que é a cara do inverno: pães fresquinhos, geléias sortidas, bolos, doces e salgados de lamber os dedos. Uma boa mesa de chá deve ser variada - um pouco de cada coisa. Um pratinho de biscoitos de queijo, sanduíches pequeninhos feitos com pão de leite recheado com presunto e salpicado com um queijo macio ralado por cima, um bolo sequinho (para combinar com chá) e um sortimento de doces: sonhos, petit-fours, sequilhos...



O tipo de chá você decide: pode ser de saquinho ou a granel. Mas é importante ofertar aos convidados mais de uma qualidade. Escolha um chá preto, para combinar com gotinhas de limão ou um tiquinho de leite - como fazem ingleses e indianos. E eleja como opções chás mais leves, como os de erva-cidreira, erva-doce ou a base de frutas - que dão um sabor diferente e agradam em cheio quem não é lá muito fã de uma dose extra de cafeína. Chás a granel dão um pouco mais de trabalho para preparar, mas rendem um sabor extra à bebida. O truque é deixar o chá mergulhado na água quente por alguns minutos, coar e servir em seguida. Ou então optar por coadores de chá que podem ser levados à mesa, como se usava antigamente.



Nesse programa, vale abusar na escolha de acessórios. Disponha os quitutes em suportes de alturas variadas - o que enche os olhos e atiça ainda mais o paladar dos convivas. Arrume kits completos de pratinhos, talheres e xícaras para cada convidado e arremate a produção com flores arrumadas em pequenos vasos baixos. E prepare-se para bules extras de chá no decorrer da tarde. Esse é o tipo de programa que tem hora para começar, mas não para terminar.



(Chá ou lanche da tarde como chamávamos, remete a infância na casa da minha avó.)

Fonte:Texto e imagens Estilo - UOLLY

MOLLY

2 comentários:

disse...

Com esse frio nada melhor que um delicioso chá bem quentinho.
Adorei as ideias.
Beijos e beijos!
Meu anjo!

BarbieGirl disse...

Que dica maravilhosa!
Amei :)
Eu e marido somos fã de chás, temos bebido toda noite, antes de dormir!


bjks

Blog Widget by LinkWithin

Molly - Colecionadora de Receitas Copyright © 2009 Designed by Ipietoon Blogger Template for Bie Blogger Template Vector by DaPino